olmi_01
olmi_02
olmi_03
olmi_04
olmi_05
olmi_06
olmi_07
olmi_08
olmi_09
olmi_10
olmi_11
olmi_12
olmi_13
olmi_14
olmi_15
olmi_16
olmi_17
olmi_18
olmi_20
olmi_21
olmi_22
olmi_23
olmi_24
olmi_25
olmi_26
olmi_27
olmi_28
olmi_29
olmi_30
olmi_31
olmi_32
olmi_33
olmi_34
olmi_35
olmi_36
olmi_37
olmi_39
olmi_40
olmi_41
olmi_43
olmi_44-2
olmi_44
olmi_45
olmi_46
olmi_47
olmi_50
olmi_51
olmi_52
olmi_53
olmi_55

CANTANDO DIETRO I PARAVENTI

Montenegro e Roma, 2002

Fotografias de cena do filme do diretor italiano Ermanno Olmi, grande mestre do cinema italiano, que compõem um livro de mesmo nome editado na Italia em 2003. Inspirado num conto de Jorge Luis Borges, " A Viúva Ching", o filme conta a história de uma pirata chinesa que para vingar a morte do marido aterroriza os mares com ferocidade, até que, encurralada numa baia pela frota do imperador, este começa a mandar-lhe mensagens escritas em pipas coloridas, e finalmente ela decide se entregar. 

Definido or Olmi como uma fábula sobre a guerra, o filme, de uma grande beleza plástica, sofreu graves problemas com vendavais e inundações no set e acabou não tendo a repercussão esperada para o seu grande investimento. A história da realização do filme é contada no documentário " O Mestre e a Fabula", na seção de vídeo do site.

BACK